Direção elétrica, hidráulica ou mecânica? Qual a melhor?

Na hora de escolher qual carro comprar, muita gente se sente confusa com as opções de direções disponíveis. Atualmente, direção hidráulica ou elétrica já são imprescindíveis nos carros, mesmo assim, ainda há a opção de direção mecânica.

Afinal, qual é a diferença entre direção mecânica, hidráulica e elétrica e qual é a melhor para você? Descubra agora!

Direção mecânica

Mais simples que as outras, a direção mecânica usa principalmente o volante e a força física do motorista para movimentar as rodas. Uma coluna de direção, que pode ser inteira ou bipartida, leva o movimento do volante até a caixa de direção.

O motorista pode ajustar a altura e a profundidade das colunas de direção se estas forem escamoteáveis, adequando a direção conforme suas necessidades. Alguns carros também possuem coluna de direção colapsável, que diminui de tamanho e protege o motorista no caso de uma colisão.

Para quem busca conforto na hora de dirigir a direção mecânica não é a ideal, já que exige esforço físico do motorista para manobrar. O grande benefício dessa direção é a manutenção barata, uma vez que não há componente eletrônico.

Direção Hidráulica

A direção hidráulica conta com uma bomba, um reservatório de óleo e mangueiras de baixa e alta pressão, que são responsáveis pela circulação de um fluido. Dessa forma, o motorista não precisa se esforçar sozinho, já que tem uma ajuda que diminui até 80% do seu trabalho.

A bomba da direção hidráulica funciona a partir do movimento de uma correia ligada ao motor que faz o fluido circular sob pressão, assim que o motorista gira o volante. Como está interligada ao motor, acaba por reduzir a sua potência, podendo o fazer perder de 3 a 4 cavalos.

A manutenção de um carro com direção hidráulica é um pouco mais complexa, sendo necessário sempre verificar o nível do fluido da direção e, se for preciso, completá-lo. Também pode acontecer casos de vazamento do fluido, por isso é necessário sempre atentar-se a este detalhe.

direcao eletrica hidraulica mecanica

Direção elétrica

Mais moderna que as anteriores, a direção elétrica é também mais eficiente se comparada ao sistema hidráulico. Ela está presente em modelos compactos justamente por não tirar potência do motor e nem aumentar o consumo de combustível.

A direção elétrica, diferente da direção hidráulica, não possui bomba, óleo e mangueiras. Ela funciona através de um pequeno motor elétrico que fica na barra de direção, coluna ou cremalheira. Este motor tem sensores que detectam o movimento do motorista no volante e transferem os sinais que acionam a unidade elétrica e ajuda no movimento da direção.

Se houver uma pane elétrica no automóvel, o sistema elétrico não funciona, mas ainda é possível dirigir de forma mecânica, tornando a direção mais “pesada”. A sua manutenção é mais simples do que a hidráulica, justamente por não possuir alguns ítens como mangueira e óleo.

Qual é a direção ideal?

Como você viu até aqui, a direção mecanica só vale a pena para quem não deseja gastar com manutenção, mas é preciso avaliar o custo-benefício. Entre a hidráulica e a elétrica, a primeira geralmente é escolhida pelos amantes da direção que gostam de sentir que estão “no comando”, pois precisam fazer mais esforço para dirigir, enquanto que a direção elétrica é mais “leve”.

A direção hidráulica tem a preferência de muita gente e vem acumulando diversas melhorias, apesar de ter uma manutenção mais complexa. A direção elétrica é mais fácil, exige menos manutenção, mas pode ser um pouco mais cara na hora de adquirir o veículos.

Por isso, é preciso avaliar bem o que você prefere, de acordo com o modelo e marca do veículo que você vai escolher. Somente a sua experiência e dirigibilidade vão poder decidir qual se encaixa nas suas necessidades.

E aí, já escolheu a sua preferida? Então só falta escolher com qual carro você vai chegar em casa hoje! Confira o estoque da 101 Veículos!